Dilma é inocentada, mas jornais brasileiros ignoram
Brasilia - Presidenta Dilma Rousseff recebe o presidente da Ucr‰nia, Viktor Yanukovitch

Dilma é inocentada, mas jornais brasileiros ignoram

Do ponto de vista formal, a presidente eleita Dilma Rousseff está sendo submetida a um julgamento. Há espaço para testemunhas de defesa, acusação e, dentro de algumas semanas, os senadores darão seu veredito na comissão especial de impeachment.

No entanto, por mais que se trate de um julgamento de natureza política, a Constituição Brasileira garante que nenhum presidente pode ser afastado sem que tenha cometido crime de responsabilidade. Ou seja: é isso o que confere o caráter também jurídico ao processo.

(mais…)

Escola sem Partido impõe retrocesso à luta contra discriminação

Em uma sala de aula, um adolescente começa a ser alvo de discriminação de um colega, que se utiliza de argumentos religiosos. A situação se agrava e os jovens se agridem fisicamente. O professor observa a situação, mas teme fazer algo, pois está proibido de afrontar as convicções religiosas ou morais dos alunos ou de seus pais. A aprovação do projeto Escola sem Partido, proposta que tramita atualmente em Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas e no Congresso, pode fazer dessa uma situação real, na avaliação da presidenta do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), Rosilene Corrêa.

“Na prática, o Escola sem Partido vai liquidar os avanços em direitos humanos que tivemos nos últimos anos. Se um aluno homossexual ou de uma religião não cristã for discriminado por outro que apoia suas afirmações em ideias religiosas, o professor não poderá intervir. Pois estaria questionando valores religiosos”, afirmou a professora.

(mais…)

Dilma: Compromisso com as políticas sociais está no centro da questão após a volta
Brasília - DF, 19/01/2016. Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de Assinatura de contratos de patrocínio de futebol no Palácio do Planalto. Foto: Ichiro Guerra/PR

Dilma: Compromisso com as políticas sociais está no centro da questão após a volta

A presidenta Dilma Rousseff detalhou o rumo que o País irá tomar com a sua volta ao exercício da Presidência da República após a derrubada do golpe em curso no…

No Dia do Trabalhador, brasileiros sairão às ruas pela democracia

O 1º de maio é historicamente uma data de luta dos trabalhadores pelo mundo. Neste ano, no Brasil, as manifestações terão um componente especial: será também o dia em que brasileiros sairão às ruas em defesa da democracia. Boa parte dos atos terá a coordenação da Frente Brasil Popular e da Frente Povo Sem Medo, com a intenção de pressionar o Senado Federal a votar pelo encerramento da tentativa de golpe contra a presidenta Dilma Rousseff.

Além das entidades, dezenas de sindicatos e organizações sociais promoverão eventos de norte a sul para bloquear o julgamento inconstitucional autorizado pela Câmara dos Deputados contra Dilma. Em reunião em 19 de abril, o Diretório Nacional do PT aprovou uma resolução em que repudia “o golpe contra a Constituição” e conclama a população para as jornadas de luta no Dia do Trabalhador.

(mais…)

Ativistas lançam Mapa da Democracia

Ativistas digitais criaram o Mapa da Democracia, ferramenta que permite acompanhar as atividades da Comissão do Impeachment e visualizar informações como quais os parlamentares que estão na defesa da democracia, quais são…