São José inaugura serviço de atendimento a dependentes químicos

São José inaugura serviço de atendimento a dependentes químicos

Compartilhe nas redes

A Prefeitura de São José dos Campos inaugura na quinta-feira (23) o SAMA (Serviço Ambulatorial Especializado no Tratamento da Dependência Química em Mulheres e Adolescentes), projeto aprovado no início de dezembro pela Câmara Municipal. O serviço, inédito no Brasil, oferece atendimento exclusivo, especializado e humanizado para mulheres e adolescentes, que buscam tratamento.

Criado pela Secretaria de Promoção da Cidadania, o SAMA terá capacidade para mais de 1.500 atendimentos por mês. Serão oferecidos tratamentos clínicos e terapêuticos, individuais e em grupos, com oficinas, visitas e atendimentos domiciliares; atividades comunitárias. O objetivo é a recuperação e a integração do dependente químico na comunidade e sua inserção familiar e social.

Além do atendimento aos dependentes, o SAMA oferece acompanhamento e apoio aos familiares e codependentes dos usuários que passam pelo tratamento. Todo o processo é gratuito e a identidade do paciente e dos familiares é mantida em sigilo.

Os interessados (dependentes e familiares) deverão comparecer ao SAMA sem a necessidade de hora marcada, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Rua Santa Clara, 783 – Vila Adyana. O telefone do SAMA para informações é 3944-5450. O SAMA ocupa uma área de cerca de 500 metros quadrados, com consultórios, salas multiuso, espaço de convivência, área verde e refeitório, além de uma ampla recepção e área administrativa.

O SAMA está sob a administração das secretarias de Promoção da Cidadania e da Saúde, e já está atendendo em caráter experimental desde o dia 6 de janeiro. Neste período já foram realizados cerca de 50 atendimentos e encaminhamentos para tratamentos específicos.

A estimativa é de que em São José dos Campos 14% da população (95 mil pessoas) seja de dependentes químicos, incluindo álcool, que representa 80% desse público. O número de pessoas que buscam tratamento é bem menor, tendo como principal fator a falta de conscientização sobre os riscos.

Procedimento

Depois de passar por uma triagem no SAMA, o paciente é encaminhado ao profissional adequado para o diagnóstico correto para a indicação ao tratamento clínico, terapêutico ou, caso necessário, internação em uma das clínicas credenciadas ao VemSer – Programa Municipal Sobre Drogas, da Prefeitura de São José dos Campos.

Profissionais

O SAMA terá uma equipe multidisciplinar de atendimento, com médicos psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais e monitores que farão o acompanhamento, tratamento e encaminhamento do dependente.

Fonte: Prefeitura Municipal