Programa Escola Interativa chega a mais duas EMEFs da região sul

Programa Escola Interativa chega a mais duas EMEFs da região sul

Compartilhe nas redes

A Escola Interativa, um dos programas mais inovadores implementados na Educação Municipal de São José dos Campos está chegando a mais duas escolas da cidade. As EMEFs Professora Ildete Mendonça Barbosa, no Residencial União, e Professora Luzia Levina Aparecida Borges, no Jardim Cruzeiro do Sul, ambas na região sul, foram atendidas com o programa. Com as duas novas escolas, já são 23 unidades de ensino fundamental atendidas pelo programa.

escola-interativa- divulgação Prefeitura de São José dos CamposDesde 2014, o Programa Escola Interativa tem contribuído para um novo processo de aprendizagem que une tecnologia e pedagogia. A iniciativa tem capacitado profissionais de educação, modernizando e transformando toda a rede.

Segundo o prefeito Carlinhos, os professores da rede agora vão ter uma ferramenta a mais para trabalhar com os alunos, tornar as aulas mais interessantes. Um grande avanço para a nossa rede.

A comunidade escolar comemorou a conquista e os benefícios que serão proporcionados pelos novos recursos tecnológicos. Para o aluno Matheus Campos, da EMEF Professora Ildete Mendonça Barbosa, o programa vai deixar as aulas ainda mais interessantes. “As aulas que já são legais, agora com os tablets e com a lousa interativa, irão ficar ainda melhores”, disse.

Para a Vereadora Amélia, a Escola Interativa trouxe para a cidade uma nova metodologia de ensino. “A Educação de São José dos Campos ganhou mais recursos e qualidade com a chegada da Escola Interativa, que é referência para a América Latina. Os investimentos e os cuidados demonstram a importância que estamos dando à Educação e ao futuro de nossas crianças”, revelou.

Como funciona a Escola Interativa

Com o programa, as salas de aula das escolas municipais são equipadas com os seguintes recursos tecnológicos: servidor, notebook do professor, tablet do aluno, projetor interativo integrado com os demais equipamentos e conteúdo virtual obtido por meio de acesso à internet (via wifi).

F00019820gSegundo a coordenadora do programa, Roseli Ferreira, nessa segunda etapa de implantação a Escola Interativa terá um novo modelo. “Os tablets ficarão na escola para serem utilizados pelos alunos”, disse.

A coordenadora esclareceu ainda que o novo modelo será avaliado até o final do ano pela comunidade escolar e equipe pedagógica da Secretaria. “Foi feita uma pesquisa junto às mães, pais, alunos, professores e gestores das escolas que já vêm utilizando o programa. A maioria acredita que se os tablets ficarem nas escolas poderão contribuir para aprendizagens mais significativas e melhores resultados pedagógicos”, afirmou.

Além das EMEFS, outras 72 escolas de Educação Infantil já foram contempladas pelo programa. Neste caso, a Escola Interativa vem sendo implantada nas Salas de Leitura, deixando o aprendizado ainda mais interessante e contribuindo para a qualidade de ensino das crianças.

Até o final do ano, serão 46 EMEFS e 76 escolas de Educação Infantil beneficiadas pelo programa, permitindo o acesso tecnológico e preparando mais de 60 mil alunos para o futuro.

 

 

Com informações da Prefeitura de São José dos Campos