Prefeito Carlinhos apresenta melhorias para professores municipais

Prefeito Carlinhos apresenta melhorias para professores municipais

Compartilhe nas redes

O Prefeito Carlinhos Almeida (PT) vai enviar à Câmara Municipal projeto de lei propondo alterações no Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos do Magistério. A proposta visa à valorização do professor da rede municipal, atendendo a reivindicações antigas da categoria.

A iniciativa foi anunciada pelo prefeito municipal na manhã desta quinta-feira (10), no Centro de Formação do Educador “Professora Leny Bevilacqua” (Cefe), durante evento em comemoração ao Dia do Professor (15).

A proposta foi aplaudida pelos educadores da rede. “Essas medidas são necessárias, não apenas para cumprir a lei, mas, sobretudo, para fortalecer a qualidade da Educação no município e a valorização dos nossos professores”, afirmou o prefeito.

Presente na apresentação, a vereadora Amélia elogiou a iniciativa que comprova a prioridade que a Educação tem para o governo do Prefeito Carlinhos, que tem investindo na criação de novas escolas e vagas em creches.

“Queremos para São José, o mesmo salto de qualidade alcançado em âmbito federal, que criou inúmeras oportunidades para que alunos e professores se qualifiquem e se profissionalizem. Nossa cidade precisa voltar a ser referência em tecnologia e inovação, por isso precisamos investir na formação dos nossos professores, que precisam se sentir valorizados. Nesse processo todos ganham”, disse a vereadora Amélia Naomi.

Conheça os principais benefícios

– Projeto visa alterar a Lei Complementar 454, de 8 de dezembro de 2011
– Propõe a ampliação da jornada de trabalho dos professores das Escolas Municipais (EMEI) e Núcleos de Educação Infantil (NEI) para cinco horas diárias (seis horas/aula)
– Padronização do trabalho pedagógico de pelo menos seis horas/aula diárias para todos os alunos da rede municipal de ensino.
– Incorporação gradual da gratificação de 20% do HTC (Horário de Trabalho Coletivo), sendo 5% em 2014, 5% em 2015 e 10% em 2016;
– Implantação de 1/3 de trabalho fora de sala de aula para todos os professores, também de forma gradativa, até 2016.

Outra proposta do projeto é a criação de 500 novos cargos efetivos de professores P I (anos iniciais) e P II (anos finais), para atender à expansão da rede municipal de educação.

Valorização em sala de aula

De acordo com o secretário de Educação, Célio Chaves, a iniciativa vem ao encontro da proposta de investimento na Educação do município. “Significa um reconhecimento e a valorização do professor em sala de aula”, disse.

A proposta também foi elogiada pelos profissionais, principalmente os que trabalham há mais tempo na rede. É o caso das professoras Fátima Maria Martins e Ana Lúcia Machado, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Vera Lúcia Carnevalli Barreto, que há mais de 20 anos estão na rede municipal.

“Foi uma ótima notícia para nós, principalmente a incorporação do HTC (Horário de Trabalho Coletivo), que é uma luta muito antiga dos professores”, disse Fátima.

O evento em homenagem ao Dia do Professor teve ainda apresentações de Dança Circular, com o artista plástico Guataçara Monteiro, e de capoeira, com o mestre Lobão.