Obras nas regiões centro e sul garantem mais segurança

Compartilhe nas redes

A Avenida São José, no trecho ao lado da Igreja Matriz, na região central da cidade, está passando por obras para alargamento do passeio. O canteiro central terá uma expansão de cinco metros e a calçada, de um metro. A área também passará a contar com rampas de acessibilidade com piso tátil.

A mudança visa ampliar o espaço e oferecer mais segurança para a circulação do pedestre, que é o elo mais frágil nas relações de trânsito.

Na zona sul, estão sendo concluídas as obras para a implantação de mais duas travessias elevadas.

No Residencial Bosque dos Ipês, os serviços na Rua Londrina foram finalizados na sexta-feira (14) e a sinalização será feita na próxima semana.

Na Avenida Adilson José da Cruz, em frente ao Caic do Dom Pedro I, estão sendo colocados, em um dos sentidos da via, o piso tátil e as grelhas. Os trabalhos devem ser concluídos na próxima semana para que a travessia elevada seja sinalizada.

As obras fazem parte das ações que estão sendo desenvolvidas na cidade para reforçar o respeito e proteção ao pedestre, com o objetivo de diminuir o número de acidentes e atropelamentos na cidade.

Conscientização

Dentro desse programa, a Prefeitura iniciou nesta semana operações “Pare e Siga” nas travessias em que não há semáforos para pedestres. Agentes de trânsito estão auxiliando motoristas e pedestres no exercício da prática de preferência ao mais frágil.

Quando há alguém sinalizando que deseja atravessar a via, os veículos são parados, fazendo com que o motorista exercite o respeito à faixa. Os pedestres também são abordados sendo lembrados de utilizar sempre a faixa, sinalizar ao condutor, ter certeza de que foram vistos e somete atravessar depois que o veículo parar.

O motorista deve dar preferência de passagem ao pedestre que se encontre na faixa a ele destinada, inclusive para aquele que não tenha concluído a travessia, bem como aos portadores de deficiência física, crianças, idosos e gestantes, mesmo que o sinal esteja verde para o veículo. O condutor que não respeitar o direito do pedestre na faixa de travessia incorre em infração gravíssima, sujeita a multa de R$ 191,54 e perda de sete pontos na carteira, de acordo com o artigo 214, incisos I, II e III, do Código de Trânsito Brasileiro.

 

Fonte: Prefeitura