População participa das audiências e opina sobre qual modelo de cidade queremos
Com muitas críticas ao projeto da nova Lei de Zoneamento população lotou plenário da Câmara.

População participa das audiências e opina sobre qual modelo de cidade queremos

A Lei de Zoneamento discute propostas que impactam a vida dos moradores na cidade, como: liberação de prédios, tipos de comércios e tamanho das vias. É essencial para o desenvolvimento,…

Revolucionárias da América Latina condenam golpe e defendem Dilma

Ex-guerrilheiras que combateram as ditaduras na América Latina nos anos 60, 70 e 80 declararam pleno apoio e solidariedade à presidenta Dilma Rousseff e chamaram de golpe brando o governo de Michel Temer. Elas se manifestaram sobre o momento político brasileiro durante o encontro internacional “A Justa Rebeldia das Mulheres na América Latina e Caribe – As mulheres que não foram silenciadas”, que reuniu representantes de dez países do continente na última semana no ABC paulista.

“Dilma é uma mulher honrada, inteligente e de luta, afastada por um golpe de homens”, declarou na noite da última sexta-feira a advogada e integrante do Coletivo de Mulheres de São Paulo, Cida Costa, que militou na organização Aliança Libertadora Nacional (ALN). Cida, contemporânea de Dilma como presa política no presídio Tiradentes durante a ditadura militar no Brasil, completou afirmando que “vivemos tempos sombrios”.

(mais…)

No Dia do Trabalhador, brasileiros sairão às ruas pela democracia

O 1º de maio é historicamente uma data de luta dos trabalhadores pelo mundo. Neste ano, no Brasil, as manifestações terão um componente especial: será também o dia em que brasileiros sairão às ruas em defesa da democracia. Boa parte dos atos terá a coordenação da Frente Brasil Popular e da Frente Povo Sem Medo, com a intenção de pressionar o Senado Federal a votar pelo encerramento da tentativa de golpe contra a presidenta Dilma Rousseff.

Além das entidades, dezenas de sindicatos e organizações sociais promoverão eventos de norte a sul para bloquear o julgamento inconstitucional autorizado pela Câmara dos Deputados contra Dilma. Em reunião em 19 de abril, o Diretório Nacional do PT aprovou uma resolução em que repudia “o golpe contra a Constituição” e conclama a população para as jornadas de luta no Dia do Trabalhador.

(mais…)