Moradores do Primavera comemoram certidão de posse de suas casas

Moradores do Primavera comemoram certidão de posse de suas casas

Compartilhe nas redes

Os moradores do Jardim Primavera 1A e 1B têm um bom motivo para comemoração, pois já receberam a certidão de posse de suas casas.
Com a presença do prefeito Carlinhos Almeida, os técnicos da Secretaria de Regularização Fundiária entregaram 291 títulos de posse aos moradores, sendo 85 títulos residentes no Primavera 1A e 206 no Primavera 1B.

primavera
A animação na Creche São Matheus era grande, pois os moradores receberam da Prefeitura o tão esperado título dos imóveis em que residem. A maioria dos discursos exaltava a ação da Secretaria de Regularização Fundiária, que em menos de 10 meses de existência já proporcionou a entrega do título de posse para mais dois bairros que ficaram esquecidos durante décadas. No local estavam pessoas que esperaram mais de 30 anos para receber o documento que lhes garante a propriedade do imóvel adquirido.

Alegria. A vereadora Amélia Naomi ressaltou a importância da entrega. “Agora acabou a agonia do morador de não saber se um dia a casa seria realmente sua, o tempo de incertezas acabou, pois com a entrega dos títulos todos os moradores tiveram a certeza de que agora vivem no que é deles. Com mais essa entrega de certidão de posse, o governo do PT, em menos de um ano na administração municipal, mostra que está governando para toda a cidade”, afirmou.
Para completar alegria da comunidade, já começaram os estudos para asfaltar o acesso e principais ruas do local.
A festa no Jardim Primavera foi a segunda promovida pela Secretaria este ano. Na primeira, foram entregues os títulos de posse a 85 famílias do Recanto dos Eucaliptos que também esperavam os documentos havia décadas.
O próximo evento será no dia 7 de dezembro, nos bairros Portal do Céu e Santa Rita.
Adotando a habitação como uma de suas prioridades, o governo de Carlinhos Almeida mostra a sua preocupação com o bem estar dos moradores de todos os bairros da cidade, pois em alguns locais a situação de abandono é bem nítida devido ao descaso do governo anterior.