Golpe na Tela exibe documentário sobre espionagem americana no Brasil

Golpe na Tela exibe documentário sobre espionagem americana no Brasil

Compartilhe nas redes

O documentário “O dia que durou 21 anos”, será a próxima atração do projeto “Golpe na Tela – Reflexão de uma época: 1964 a 1984”, da Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR). A exibição será nesta segunda-feira (12), às 19h, no Cine Santana (Av. Rui Barbosa, 2005, Santana). A entrada é franca. Após a apresentação, haverá um bate-papo com o diretor do filme, Camilo Tavares.

Em ritmo de espionagem, o documentário de Camilo Tavares revela como o governo dos Estados Unidos patrocinou e apoiou golpe militar no Brasil em 1964, derrubando o presidente eleito João Goulart.

O filme traz documentos secretos recentemente liberados e áudios originais da Casa Branca, Departamento de Estado e da CIA, que revela como o embaixador dos EUA Lincoln Gordon planejou o golpe militar com o aval dos presidentes John F. Kennedy e Lyndon Johnson.

“O Dia que durou 21 anos” obteve excelentes criticas nas principais revistas sobre cinema nos Estados Unidos e também teve destaque em toda imprensa nacional. Ganhou prêmios no St Tropez International Film Festival (França), 22° Arizona International Film Festival (EUA), 29° Long Island Film Festival (EUA) e Melhor Documentário Brasileiro 2013 – APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte).

Golpe na Tela é uma realização da Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR), em parceria com a Prefeitura e a Comissão da Verdade Michal Gartenkraut, da Câmara Municipal de São José dos Campos, para promover uma reflexão crítica sobre o período da Ditadura Militar no Brasil.

O projeto foi lançado em abril deste ano e conta com a exibição mensal de filmes e documentários acompanhados por debates com a presença de cineastas, historiadores, sociólogos e estudantes do tema até abril de 2015.

Fonte: Fundação Cultural