Campanha de vacinação contra Pólio continua em São José dos Campos

Campanha de vacinação contra Pólio continua em São José dos Campos

Compartilhe nas redes

A Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Secretaria de Saúde, decidiu prorrogar a campanha de vacinação contra pólio até que a meta de 95%, estipulada pela Iniciativa Global para a Erradicação da Poliomielite, seja alcançada. Até agora, foram aplicadas 24.106 doses, o que corresponde a 61,13% de cobertura.

Vacina polioO público-alvo é formado por crianças entre seis meses e menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias). Em São José dos Campos, a estimativa é que existam 39.437 crianças nesta faixa etária.

“Mais uma vez chegamos ao final da campanha de vacinação sem atingir a meta. Os pais precisam se conscientizar da importância da vacina e levar as crianças ao posto de saúde mais próximo”, disse a coordenadora do programa de imunização da Prefeitura.

A vacinação ocorre em todas as 41 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade e Unidades de Saúde da Família (USF), no horário normal de atendimento, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para receber a vacina, os pais ou responsáveis devem apresentar a carteira das crianças.

 

A doença

A poliomielite não se espalha facilmente em comunidades com altas taxas de vacinação. O vírus pode se propagar pelo contato com objetos ou pessoas. Ela é uma infecção viral aguda causada por um dos três poliovírus existentes. A infecção se transmite pelo contato com um portador da pólio ou por meio das fezes humanas.

Crianças na primeira idade são mais suscetíveis à doença e também os principais agentes de transmissão, mas os adultos podem contrair pólio. O vírus penetra no corpo pela boca e percorre o corpo por meio do sistema sanguíneo. Se ele invadir o sistema nervoso central, ataca os neurônios motores e pode causar lesões que resultam em paralisia (poliomielite paralítica). Os braços e as pernas são mais frequentemente afetados.

Na maioria dos casos, pessoas infectadas com o poliovírus não se sentem doentes. Algumas vezes o vírus pode causar sintomas parecidos com os da gripe ou uma combinação de febre, mal-estar, sonolência, dor de cabeça, dor muscular, corpo dolorido, náusea, vômito, diarreia ou constipação, e dor de garganta.

 

Com informações da Prefeitura de São José dos Campos