Cadastramento do Vale Escolar atrai professores e estudantes

Compartilhe nas redes

O ano está apenas começando, mas para evitar as filas da volta às aulas professores e estudantes estão aproveitando o recadastramento antecipado do Vale Escolar.

O Vale Escolar é destinado a estudantes regularmente  matriculados nas Instituições de Ensino e professores no exercício da profissão que utilizam o transporte público e que residam a mais de um quilômetro da unidade escolar.

O uso do cartão dá direito ao desconto de 50% no pagamento da tarifa nas linhas municipais de São José dos Campos, operadas pelas empresas consorciadas, além dos benefícios do Bilhete Único.

Desde que foi iniciado o processo, em dezembro, foram realizados cerca de 450 recadastramentos. No mesmo período do ano passado, a procura não ultrapassou 200 interessados.

A medida de receber ainda no ano anterior a documentação referente ao ano letivo de 2014 foi tomada pelo Consórcio 123 para agilizar a compra dos créditos e minimizar a demanda próximo ao início das aulas.

Em novembro foram realizados plantões em escolas e enviados ofícios às unidades da rede municipal para que as instituições já encaminhassem as planilhas com os dados de alunos que recebem a gratuidade.

“Eu imprimi o formulário pela internet para já resolver tudo agora, quando está tranquilo. É bobagem deixar pra depois. Não tem fila na escola e nem no Vale Escolar”, afirmou Aline Freitas, estudante de ensino médio.

Na página da Secretaria de Transportes, no site da Prefeitura, professores e alunos encontram um passo a passo de como fazer o recadastramento ou solicitar pela primeira vez o Vale Escolar, além de link para baixar o formulário de cadastramento, que deve ser assinado e carimbado na escola.

Além do formulário, os estudantes precisam ainda de declaração escolar, informando o número de dias e horários que o aluno estuda, além das cópias do RG e CPF (do aluno ou do responsável) e de comprovante de residência.

No caso dos professores, além das cópias dos mesmos documentos, o profissional precisa apresentar uma declaração informando números de dias e horários em que leciona e a cópia do certificado escolar ou holerite.

Fonte: Prefeitura Municipal