Alunos do EJA começam curso de Restauro no Pq. Vicentina Aranha

Alunos do EJA começam curso de Restauro no Pq. Vicentina Aranha

Compartilhe nas redes

Movimentar a economia de São José e criar novas oportunidades de emprego é uma prioridade para o prefeito Carlinhos Almeida. E quando se pode fazer isso e ainda por cima cuidar da memória e do patrimônio cultural e arquitetônico da Cidade, melhor ainda!

Um grupo de 40 alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede municipal de ensino, inclusos no Programa de Incentivo à Qualificação (PIQ), criado pela administração Carlinhos Almeida, irá aprender trabalhando.

EJA - RestauroEles iniciaram o curso prático de restauro, no Parque Vicentina Aranha, por meio de uma parceria entre gestão Carlinhos, Senai e Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura (AJFAC), entidade gestora do Parque Vicentina Aranha.

O prefeito Carlinhos, presente à aula inaugural, ressaltou a importância da conservação desse patrimônio cultural. “Antigamente, os prédios eram derrubados para a construção de novos. Hoje em dia, tudo aquilo que é preservado pelo patrimônio histórico é recuperado. E vocês, alunos, aprendem tudo isso aqui no curso, contribuindo assim para essa preservação”, disse o prefeito.

As aulas serão ministradas diretamente junto ao projeto de restauro das edificações do Parque Vicentina Aranha. O curso terá carga horária de 180 horas. Ao final, os alunos sairão habilitados para mão de obra na construção civil e restauro.

O curso de restauro no Parque começou em 2013 e soma casos de sucesso, como o do ex-aluno Carlos Celso de Moura, 52 anos, que há seis meses está trabalhando como funcionário da AJFAC na restauração do Parque. “O curso é muito bom e estou muito feliz com o que estou fazendo, foi uma grande oportunidade para voltar ao mercado de trabalho”, ressaltou.

Para o diretor da AJFAC, Fábio Almeida, essa é uma importante iniciativa que associa a oportunidade de recuperação do patrimônio cultural a uma ação socioeconômica. “O objetivo principal é a capacitação profissional para atuação na manutenção e conservação do patrimônio histórico”, disse.

 

 

Com informações da Prefeitura de São José dos Campos