Câmara Municipal ganha iluminação especial

Câmara Municipal ganha iluminação especial

CÂMARA ROSA

Em alusão a campanha internacional Outubro Rosa, a Câmara Municipal está desde a noite de ontem (8), com todo o prédio rosa. A escolha dá cor faz parte de uma iniciativa que visa conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Além do prédio do Legislativo, o Paço Municipal e a Secretaria de Saúde também foram iluminados com a mesma cor. Além desta ação, as 40 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade estão intensificando a abordagem e orientação das mulheres sobre o câncer de mama, com a captação de mulheres para a realização da mamografia.

As mulheres abordadas recebem material informativo sobre a doença, além de instruções de como fazer o auto-exame. Para aquelas, com mais de 40 anos, que não fizeram a mamografia no último ano, será solicitado o exame.

Corrida – O Fundo Social de Solidariedade de São José dos Campos também preparou uma série de atividades, de 23 a 30 de setembro, no Vale Sul Shopping. Com o tema “Outubro Azul e Rosa – Preservando a Vida”, a campanha quer também alertar os homens para o problema do câncer de próstata.

Além de exposição e carreta da saúde com exames de mamografia, a programação reserva para o dia 27 uma corrida, que promete colorir as ruas do entorno do shopping.

História – O movimento surgiu em 1990 na primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York. Somente em 1997 entidades de outras cidades, também nos Estados Unidos, começaram a promover atividades, escolhendo o mês de outubro como epicentro das ações. Hoje o Outubro Rosa é realizado em diversos países.

iniciativa chegou ao Brasil em 2002, com a iluminação em tom rosa do Mausoléu do Soldado Constitucionalista, em São Paulo.

Confira no folder abaixo orientações sobre o auto-exame
folder auto-exame pmsjc

UBS’s no Altos de Santana e Parque Industrial recebem ampliação

UBS’s no Altos de Santana e Parque Industrial recebem ampliação

A vereadora Amélia Naomi e uma comissão de vereadores da Câmara Municipal visitou hoje as UBS´s dos bairros Altos de Santana e Parque Industrial, que serão ampliadas. A comitiva acompanhou a apresentação dos projetos realizado pelo Prefeito Carlinhos Almeida, o Secretário de Saúde Paulo Roitberg, o presidente da Urbam – Luis Cândido e a Secretária de Obras, Soraya de Paula Rosário.
 
A UBS Altos de Santana terá 130,08 m² de área ampliada e a UBS do Parque Industrial terá 144,90 m², com isso as duas unidades receberão mais espaço para atendimentos e consultas com ampliação das salas de espera, recepção e farmácia, garantindo uma melhor estrutura para os moradores.
UBS AS AT2
A obra será realizada pela URBAM (Urbanizadora Municipal) e supervisionada pela Secrataria de Obras. No total, serão investidos R$ 691.408,72, com previsão de entrega em janeiro de 2014.
“A ampliação dessas duas unidades é mais uma iniciativa dessa administração para melhorar o atendimento da população. E, mais uma vez, deixa claro que a saúde é a prioridade deste governo”, disse o secretário da Saúde – Dr Paulo Roitberg.

Definidos os locais das 7 bases do SAMU em São José

A Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, definiu qual será a localização das sete bases do SAMU 192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) no município. Para facilitar o acesso das ambulâncias a todas as regiões da cidade, ficou assim distribuído:

Zona Norte: Hospital Clínicas Norte (Rua Alziro Lebrão, 76, Alto da Ponte)

Zona Sul 1: Base do Corpo de Bombeiros do Parque Industrial (Praça Natal, 1210, Parque Industrial)

Zona Sul 2: UPA Campo dos Alemães (Avenida João Oliveria e Silva, s/nº)

Zona Leste 1: Base do Corpo de Bombeiros Vila Industrial (Rua Professor Felício Savastano, 350)

Zona Leste 2: Base do Corpo de Bombeiros do Cajuru (Estrada do Cajuru, 250)

Centro: Base do Corpo de Bombeiros Vila Bethânia (Avenida Deputado Benedito Matarazzo, 7.963)

São Francisco Xavier: UPA de São Francisco Xavier (Estrada Pedro Davi, s/nº)

A cidade de São José dos Campos receberá 9 ambulâncias, sendo 7 de suporte básico e duas de suporte avançado. Cada base do SAMU acima contará com uma ambulância de suporte básico. As duas de suporte avançado ficarão nas bases do Corpo de Bombeiros da Vila Industrial e Parque Industrial, respectivamente.

“Com essa distribuição, conseguiremos atender mais rapidamente todos os pontos da cidade. Temos certeza de que a população irá aprovar o SAMU. A previsão é que o serviço já esteja funcionando completamente no primeiro trimestre do ano que vem”, disse o secretário de Saúde.

Etapas já cumpridas
Os trabalhos para a implantação do SAMU estão a todo o vapor. Várias reuniões entre os municípios já foram realizadas, pois a regionalização do serviço é uma exigência do Ministério da Saúde. O projeto da Central de Regulação Médica do SAMU já foi aprovado pelo Ministério e será instalada junto ao prédio do COI.

A central tem papel fundamental no funcionamento do SAMU. Por meio dela, as equipes de saúde identificam a emergência e, imediatamente, transferem a chamada ao médico regulador, que faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento, orientando o paciente sobre as primeiras ações de socorro. Ao mesmo tempo, também há uma avaliação sobre o melhor procedimento a ser adotado, da orientação de cuidados básicos até o envio de uma ambulância, para o atendimento pré-hospitalar.

Um outro passo ocorreu no início do mês passado, quando os prefeitos de oito cidades da região do Vale do Paraíba assinaram o protocolo de intenções para a formação do Consórcio Intermunicipal de Saúde.

No último dia 28, foi instalado oficialmente o Comitê Gestor Municipal de Urgência e Emergência, de São José dos Campos. Todos os representantes indicados tomaram posse e fizeram a primeira reunião.

O comitê é formado por representantes de diversas instituições, entre elas os três hospitais (Hospital Municipal, Hospital Clínicas Sul e Hospital Clínicas Norte), UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento), SAMU, Defesa Civil, Secretaria de Transportes, Guarda Municipal, COMUS (Conselho Municipal de Saúde), Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, DCTA, Infraero, Serviço de Atendimento Médico Pré-hospitalar da rodovia Presidente Dutra e Serviço de Atendimento Médico Pré-Hospitalar do sistema Ayrton Senna/Carvalho Pinto.

A criação do comitê é uma exigência do Ministério da Saúde e cumpre mais uma etapa para a implantação do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) na cidade.

Estrutura
A previsão é de que o SAMU Regional tenha cerca de 300 funcionários, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, motoristas para os veículos de urgência, entre outros.

Estão previstas 20 ambulâncias para a região, que serão assim distribuídas:

São José dos Campos (2 de suporte avançado (UTI) e 7 de suporte básico)
Jacareí (1 unidade de suporte avançado (UTI) e 3 unidades de suporte básico)
Caçapava (2 unidades de suporte básico)
Paraibuna (1 unidade de suporte básico)
Santa Branca (1 unidade de suporte básico)
Igaratá (1 unidade de suporte básico)
Jambeiro (1 unidade de suporte básico)
Monteiro Lobato (1 unidade de suporte básico).

Rede de Enfretamento à Violência contra a Mulher

Rede de Enfretamento à Violência contra a Mulher

Ligue 180A rede de enfrentamento à violência contra as mulheres é o resultado da atuação articulada entre as instituições governamentais, não-governamentais e a comunidade, visando o desenvolvimento de estratégias efetivas de prevenção e de políticas que garantam o empoderamento das mulheres e seus direitos humanos, a responsabilização dos agressores e a assistência qualificada às mulheres em situação de violência. Já a rede de atendimento faz referência ao conjunto de ações e serviços de diferentes setores (em especial, da assistência social, da justiça, da segurança pública e da saúde), que tem como objetivo a ampliação e a melhoria da qualidade do atendimento e a identificação e encaminhamento adequado das mulheres em situação de violência.

O Ligue 180 é um serviço telefônico criado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres com o objetivo de receber denúncias ou relatos de violência, reclamações sobre os serviços da rede e orientação às mulheres sobre seus direitos e sobre a legislação vigente, encaminhando-as para os serviços quando necessário. O serviço registrou em 2012 cerca de 329,5 mil relatos de violência contra a mulher.