Prefeito Carlinhos inaugura escola no Assentamento Nova Esperança

Prefeito Carlinhos inaugura escola no Assentamento Nova Esperança

 

A Prefeitura de São José dos Campos inaugurou nesta segunda-feira (5) o Núcleo de Educação Infantil (NEI) “Irmã Doroty Stang”, dentro do assentamento Nova Esperança, na região norte de São José dos Campos.

dez16-05-escola-assentamento-nova-esperanca2Com três salas de aula e capacidade para até 60 crianças, de 0 a 5 anos de idade, o Núcleo vai atender preferencialmente às famílias assentadas no local pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).

Para o prefeito, a nova escola representa investir nos maiores tesouros da comunidade, que são as novas gerações. “Tenho certeza que esse espaço vai ser muito bem ocupado pelos educadores e se tornará uma referência para essa região.”

A futura diretora do NEI, Graziela Beatriz de Oliveira, há 15 anos na rede municipal, comemorou a nova conquista. “As crianças tornarão essa obra um bem social. Será um grande desafio para nós, entretanto, uma missão na qual acreditamos que a qualidade da Educação é determinante para o processo das trajetórias escolares de nossas crianças.”

dez16-05-escola-assentamento-nova-esperanca1A apicultora Mara Lúcia Galvão, líder do grupo de mulheres “Seio da terra”, enfatizou a importância da escola para a comunidade. “Aonde entra educação entra cultura, entra transformação social. A comunidade precisava desse espaço para que as crianças pudessem viver o universo delas”, disse.

Comitiva vem a São José conhecer o programa Escola Interativa

Comitiva vem a São José conhecer o programa Escola Interativa

Uma comitiva esteve hoje (02/12) em São José dos Campos para conhecer um pouco mais do programa Escola Interativa e sua estrutura. A visita foi realizada na Escola Municipal Professora Martha Abib Castanho, onde a comitiva acompanhou o programa na prática e observou os benefícios que os alunos estão recebendo com o uso da tecnologia.

ccc_6079O presidente da Anatel destacou a importância desse projeto e sua organização, dizendo que o projeto que deveria ser estendido ao Brasil todo. ““Conhecer o programa foi uma surpresa agradável. O ideal é que se multiplique pelo Brasil adentro”, afirmou.

Graças ao empenho e dedicação do governo Carlinhos Almeida o programa Escola Interativa é realidade na cidade, atendendo cerca de 60 mil alunos. Hoje todas as 47 unidades de Ensino Fundamental e 78 de Educação Infantil são atendidas pelo programa.

Logo em seguida a comitiva visitou o LEDI (Laboratório de Educação Digital e Interativa), o centro de inteligência da Escola Interativa, onde lá puderam conhecer mais detalhes do programa.

Segundo o Senador Jorge Viana, todo esse trabalho realizado na cidade deveria ser referência de ensino para todo o país. “São José tem um projeto fantástico, que não deve ser referência apenas para o Estado de São Paulo mas sim para todo o país”, afirmou o senador Jorge Viana.

Para a Vereadora Amélia, o interesse de outras cidades pelo programa e a melhora no ensino mostram que a escolha pela instalação do programa foi um grande acerto do prefeito Carlinhos Almeida.

“Todo o trabalho realizado para implantar o programa Escola Interativa na cidade vale a pena quando vemos os resultados. Um exemplo disso é o primeiro lugar no Prêmio ARede Educa 2016. Esse prêmio tem o objetivo reconhecer, divulgar e estimular projetos que apoiem o ensino nas áreas de tecnologia e comunicação.” Destacou a vereadora.

A comitiva foi formada por representantes da Anatel, como o Presidente da agência, Juarez Quadros e o conselheiro Aníbal Diniz. Acompanhados de autoridades como o Senador Jorge Viana, o Deputado Federal Raimundo Vasconcelos e representantes da prefeitura do Rio Branco, o Prefeito Marcus Alexandre, o Chefe da Casa Civil, André Kamai e o assessor da prefeitura, Mafran Oliveira.

São José dos Campos vence prêmio de tecnologia na educação

São José dos Campos vence prêmio de tecnologia na educação

O programa Escola Interativa, da Prefeitura de São José dos Campos, conquistou o primeiro lugar no Prêmio ARede Educa 2016, referência na área de tecnologias da informação e comunicação aplicadas à educação. A Escola Interativa venceu na categoria Infraestrutura, superando os projetos “Laboratório de Redes de Computadores”, do Instituto Federal do Rio Grande do Norte, e “Salas Multimídia”, da Prefeitura de Guarujá, que ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

O prêmio ARede Educa é mantida pela BIT SOCIAL, organização social que tem como proposta difundir e estimular a inclusão social por meio do uso das Tecnologias da Informação e das Comunicações (TICs).

Roseli Ferreira, coordenadora do programa, ressaltou a importância da conquista do prêmio. “O prêmio é reconhecimento de todo trabalho realizado dentro do programa e das ferramentas tecnológicas disponibilizadas em todas as escolas para uso dos alunos, professores e gestores da Rede Municipal.”

escola-interativa-1A premiação destacou alguns indicadores já obtidos pela Escola Interativa, como uma melhoria de 16% no desempenho dos alunos do Ensino Fundamental nas avaliações nacionais e a redução na evasão da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que caiu de 40% para 26%.
Também foi destacado investimento necessário para o programa atingir toda rede municipal de São José dos Campos, com aquisição de equipamentos e implantação de internet banda larga nas escolas. Outro ponto favorável foi a parceria com instituições, como Unifesp, Centro de Tecnologia Renato Archer e Fundação Lemann, que permitiu ao programa avançar rapidamente na produção de games e ensino da linguagem de programação.
“Esse reconhecimento é muito importante para confirmar a eficiência do projeto das Escolas Interativas em São José dos Campos, que funciona em 47 unidades de Ensino Fundamental e 78 de Educação Infantil, beneficiando 60 mil alunos e 4 mil professores”. Destacou a Vereadora Amélia.
Escola Interativa de São José dos Campos é destaque no El País

Escola Interativa de São José dos Campos é destaque no El País

O programa implantado por Carlinhos Almeida na prefeitura de São José dos Campos, o Escola interativa, tem inovado na maneira de ensinar na rede municipal da cidade. Professores, alunos e pais tem elogiado a iniciativa e têm sido beneficiados com as melhorias que o programa trouxe.

Ao todo, já são 47 EMEFs e 72 EMEIs que já fazem parte da Escola Interativa, com lousas interativas, tablets e notebooks ao professores, além da internet em todas as unidades para auxiliar o trabalho dos docentes.

Leia mais

Escola sem Partido impõe retrocesso à luta contra discriminação

Escola sem Partido impõe retrocesso à luta contra discriminação

Em uma sala de aula, um adolescente começa a ser alvo de discriminação de um colega, que se utiliza de argumentos religiosos. A situação se agrava e os jovens se agridem fisicamente. O professor observa a situação, mas teme fazer algo, pois está proibido de afrontar as convicções religiosas ou morais dos alunos ou de seus pais. A aprovação do projeto Escola sem Partido, proposta que tramita atualmente em Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas e no Congresso, pode fazer dessa uma situação real, na avaliação da presidenta do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF), Rosilene Corrêa.

“Na prática, o Escola sem Partido vai liquidar os avanços em direitos humanos que tivemos nos últimos anos. Se um aluno homossexual ou de uma religião não cristã for discriminado por outro que apoia suas afirmações em ideias religiosas, o professor não poderá intervir. Pois estaria questionando valores religiosos”, afirmou a professora.

Leia mais