2,5 milhões de alunos de SP podem perder aula por falta de professor segundo secretário do Doria

2,5 milhões de alunos de SP podem perder aula por falta de professor segundo secretário do Doria

O secretário da educação de São Paulo Rossieli Soares da Silva disse nesta quarta-feira (2) que 2,5 milhões de alunos podem ficar sem aula por falta de professores e que não há contratos para entrega de kits escolares e material pedagógico para os alunos.

 

Rossieli deu sua primeira entrevista no cargo em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes ao lado de João Doria, do vice Rodrigo Garcia, do secretário da fazenda Henrique Meireles e do secretário de segurança pública General Campos.

 

Rossieli disse que “temos um prejuízo gigantesco na educação para o início do ano letivo” e que “estamos encontrando uma tragédia na educação (do estado)”.

 

De acordo com o secretário, a falta de professores acontece por causa da proibição da contratação de novos professores temporários pela Justiça de São Paulo no ano passado.

 

“Nós temos hoje 8.500 professores que não podem ser repostos como temporários, podendo trazer um prejuízo imediato para 60 mil alunos do 1° ao 5° ano, em alguns municípios como Mogi Mirim podemos ficar com até 50% dos alunos sem aula, o que é uma tragédia para a educação”.

 

Leia mais no G1 São Paulo

Escola rima com liberdade, não com censura

Escola rima com liberdade, não com censura

Você precisa conhecer este decreto! Meus parabéns à saída democrática, constitucional e inteligente que o estado do Maranhão encontrou para proteger sua comunidade escolar da ameaça do obscurantismo e do pensamento único. Uma lição e tanto aos que pregam o tal “Escola Sem Partido”, que na verdade busca a escola com um único partido, o deles. Que o Brasil se inspire neste decreto tão positivo, e abandone de vez as propostas legislativas obtusas, que estão sendo derrubadas sempre que chegam na Justiça, como mostra esta reportagem: https://goo.gl/YMtmsa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Educadores conhecem o Centro de Ciências do Novo Teatrão

Educadores conhecem o Centro de Ciências do Novo Teatrão

A Prefeitura de São José dos Campos apresentou nesta terça-feira (6) as instalações do Centro de Ciências, no complexo do Novo Teatrão, região leste, a um grupo de gestores, educadores, autoridades e convidados. O evento contou com o espetáculo “Conexão de pensamento entre o Ar e a Ciência”, que reuniu 110 alunos do Projeto Educação Musical/Coral da rede municipal de ensino.

centro-de-ciencias-teatrao-2Participaram estudantes de seis Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs): Professora Maria Amélia Wakamatsu, Professora Elizabete de Paula Honorato, Professora Sebastiana Cobra, Professora Jacyra Vieira Baracho e Professora Vera Babo de Oliveira.

Centro de Ciências no Novo Teatrão

O Centro de Ciências contará com planetário, auditório, espaço para formação de professores, clube de ciências e exposição interativa sobre a pré-história no Brasil, com réplicas em tamanho real de dinossauros, entre outros.

O espaço está inserido no complexo do Novo Teatrão, o Centro Integrado de Educação (CEI), que terá ainda ginásio multiúso, creche e espaço para atividades físicas.

O novo Teatrão recebeu o nome de Maestro Sérgio Weiss, que faleceu aos 88 anos de idade no dia 29 de janeiro deste ano. A Prefeitura, por meio de acordo celebrado na Justiça com o São José Esporte Clube, retomou 70% da área do complexo para uso da população.

Prefeito Carlinhos inaugura escola no Assentamento Nova Esperança

Prefeito Carlinhos inaugura escola no Assentamento Nova Esperança

 

A Prefeitura de São José dos Campos inaugurou nesta segunda-feira (5) o Núcleo de Educação Infantil (NEI) “Irmã Doroty Stang”, dentro do assentamento Nova Esperança, na região norte de São José dos Campos.

dez16-05-escola-assentamento-nova-esperanca2Com três salas de aula e capacidade para até 60 crianças, de 0 a 5 anos de idade, o Núcleo vai atender preferencialmente às famílias assentadas no local pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).

Para o prefeito, a nova escola representa investir nos maiores tesouros da comunidade, que são as novas gerações. “Tenho certeza que esse espaço vai ser muito bem ocupado pelos educadores e se tornará uma referência para essa região.”

A futura diretora do NEI, Graziela Beatriz de Oliveira, há 15 anos na rede municipal, comemorou a nova conquista. “As crianças tornarão essa obra um bem social. Será um grande desafio para nós, entretanto, uma missão na qual acreditamos que a qualidade da Educação é determinante para o processo das trajetórias escolares de nossas crianças.”

dez16-05-escola-assentamento-nova-esperanca1A apicultora Mara Lúcia Galvão, líder do grupo de mulheres “Seio da terra”, enfatizou a importância da escola para a comunidade. “Aonde entra educação entra cultura, entra transformação social. A comunidade precisava desse espaço para que as crianças pudessem viver o universo delas”, disse.

Comitiva vem a São José conhecer o programa Escola Interativa

Comitiva vem a São José conhecer o programa Escola Interativa

Uma comitiva esteve hoje (02/12) em São José dos Campos para conhecer um pouco mais do programa Escola Interativa e sua estrutura. A visita foi realizada na Escola Municipal Professora Martha Abib Castanho, onde a comitiva acompanhou o programa na prática e observou os benefícios que os alunos estão recebendo com o uso da tecnologia.

ccc_6079O presidente da Anatel destacou a importância desse projeto e sua organização, dizendo que o projeto que deveria ser estendido ao Brasil todo. ““Conhecer o programa foi uma surpresa agradável. O ideal é que se multiplique pelo Brasil adentro”, afirmou.

Graças ao empenho e dedicação do governo Carlinhos Almeida o programa Escola Interativa é realidade na cidade, atendendo cerca de 60 mil alunos. Hoje todas as 47 unidades de Ensino Fundamental e 78 de Educação Infantil são atendidas pelo programa.

Logo em seguida a comitiva visitou o LEDI (Laboratório de Educação Digital e Interativa), o centro de inteligência da Escola Interativa, onde lá puderam conhecer mais detalhes do programa.

Segundo o Senador Jorge Viana, todo esse trabalho realizado na cidade deveria ser referência de ensino para todo o país. “São José tem um projeto fantástico, que não deve ser referência apenas para o Estado de São Paulo mas sim para todo o país”, afirmou o senador Jorge Viana.

Para a Vereadora Amélia, o interesse de outras cidades pelo programa e a melhora no ensino mostram que a escolha pela instalação do programa foi um grande acerto do prefeito Carlinhos Almeida.

“Todo o trabalho realizado para implantar o programa Escola Interativa na cidade vale a pena quando vemos os resultados. Um exemplo disso é o primeiro lugar no Prêmio ARede Educa 2016. Esse prêmio tem o objetivo reconhecer, divulgar e estimular projetos que apoiem o ensino nas áreas de tecnologia e comunicação.” Destacou a vereadora.

A comitiva foi formada por representantes da Anatel, como o Presidente da agência, Juarez Quadros e o conselheiro Aníbal Diniz. Acompanhados de autoridades como o Senador Jorge Viana, o Deputado Federal Raimundo Vasconcelos e representantes da prefeitura do Rio Branco, o Prefeito Marcus Alexandre, o Chefe da Casa Civil, André Kamai e o assessor da prefeitura, Mafran Oliveira.