Campanha de vacinação termina com 94% do público-alvo imunizado

Campanha de vacinação termina com 94% do público-alvo imunizado

A vacinação contra o em São José dos Campos atingiu, até esta quarta-feira (1º), 94,13% de cobertura do público-alvo estipulado pelo Ministério da Saúde. Foram vacinadas 178.014 pessoas, sendo 35.049 crianças de seis meses a menor de cinco anos (87,61%), 13.391 profissionais de saúde (65,77%), 4.800 gestantes (64,42%), 1.438 mães que deram à luz recentemente (117,39%), 70.273 idosos (110,96%) e 53.410 doentes crônicos.

Vacina H1N1-3A campanha terminou, oficialmente, nesta terça-feira (31). No entanto, enquanto o município tiver doses, as vacinas continuarão sendo aplicadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

“Toda a campanha de vacinação ocorreu de maneira muito tranquila nas unidades básicas. Agora, mesmo após o fim da campanha, manteremos as doses restantes nas unidades de saúde para continuarmos atendendo as pessoas que ainda procurarem. Mas, é bom deixar claro, que apenas quem estiver nos grupos de risco serão vacinados”, disse a coordenadora do programa de imunização da prefeitura.

Doentes crônicos
Para o caso de pacientes com doenças crônicas é obrigatória a apresentação de uma solicitação médica, especificando o motivo da indicação, ou uma receita dos últimos seis meses com a medicação que utiliza.

 

 

 

Fonte: Prefeitura de São José dos Campos

Amparada em pesquisas, Dove questiona padrões de beleza

Amparada em pesquisas, Dove questiona padrões de beleza

Sete em cada dez mulheres brasileiras sentem pressão para ser bonita. E 66% delas concordam que existe um padrão de beleza. Mais do que isso: 73% entendem que as mulheres belas têm mais oportunidades na vida. Esses são alguns dos resultados da pesquisa da psicanalista Joana Novaes, coordenadora do Núcleo de Doenças da Beleza da PUC-Rio. Estudos como esse orientam a indústria de cosméticos sobre como falar com as mulheres nas campanhas.

Dove - Beleza fora da caixaA marca Dove, por exemplo, tem um conselho consultivo científico global sobre autoestima – do qual Joana Novaes é membro. Com base nos resultados da pesquisa, a Dove entende que é importante melhorar a autoestima feminina e romper conceitos de beleza limitados, explica o diretor de marketing de Dove, Eduardo Campanella.

A marca lança amanhã uma campanha que defende a “beleza fora da caixa” e questiona estereótipos. A campanha descreve uma pessoa e, na sequência, mostra uma mulher dentro das características apontadas, mas diferente do senso comum. Na campanha uma “loira, linda e angelical” é uma mulher albina. E uma “gaúcha bonita” é mulata. Além de um vídeo na internet, a ação terá peças no mobiliário urbano em cinco capitais brasileiras, a maior já feita em mídia out of home pela marca Dove.

Há dez anos a Dove trouxe o tema “beleza real” para suas campanhas, mostrando mulheres “de verdade” e não modelos ou celebridades. “A ideia é que as mulheres deixem de ver a beleza como algo inalcançável”, disse Campanella.

A empresa não é única a usar o discurso. A Natura, por exemplo, trouxe mulheres “reais” para suas campanhas quando lançou a linha de Chronos, de creme antirrugas, em 1986. O conceito evoluiu e, em março deste ano, a Natura lançou uma campanha questionando padrões de beleza.

De acordo com a vice-presidente de marketing da Natura, Andrea Alvares, o posicionamento da marca mostra um “compromisso com a verdade” da fabricante de cosméticos. “A beleza está em movimento e muda no decorrer dos anos. Mas acreditamos, sim, na diversidade do belo e que é legítimo o anseio pela beleza por todas as mulheres”, afirmou. Ao longo do ano a Natura lançará várias campanhas dentro dessa temática.

 

 

 

Fonte: Estado de SP – Marina Gazzoni

Brasil está entre os 5 países que mais apoiam o ‘Eles Por Elas’, ação da ONU por igualdade entre homens e mulheres

Brasil está entre os 5 países que mais apoiam o ‘Eles Por Elas’, ação da ONU por igualdade entre homens e mulheres

Todas as pessoas, independentemente do sexo e que defendem a igualdade de direitos podem assinar o compromisso e mostrar seu apoio. Saiba mais: heforshe.org

HeForShe - Logo

O ano de 2016 está começando com uma novidade: acaba de ser lançado o novo site oficial da campanha ‘Eles Por Elas’. A página heforshe.org, com conteúdo em inglês, traz um mapa interativo onde é possível saber quantas pessoas em cada país do mundo já assinaram o marco. Em 2016, todas as pessoas, independentemente do sexo e que defendem a igualdade de direitos, podem assinar o compromisso e mostrar seu apoio. Saiba mais

ONUA ONU faz um convite aos homens para apoiarem a campanha e mostrarem que também defendem direitos iguais para ambos os sexos. Cerca de 640 mil de homens no mundo todo já assinaram o marco.

Segundo a ONU Mulheres, a maioria deles, 93 mil, está nos Estados Unidos. A lista com os top cinco inclui também Reino Unido, Equador, Brasil e Canadá! Pois é, o Brasil está em quarto lugar com mais de 21 mil assinaturas.
É possível saber quais questões são consideradas mais importantes em cada país. Para os brasileiros, por exemplo, lutar contra a violência contra as mulheres deve ser a prioridade e outra preocupação é com os direitos trabalhistas.

Mas a nação que tem a maior porcentagem de participação é a Islândia: um em cada 18 homens do país assinou o marco Eles por Elas.

O novo site da campanha também mostra o que cada um de nós pode fazer para contribuir com o fim da desigualdade entre homens e mulheres em vários setores, como educação, saúde e política.

 

 

 

Fonte: ONU Mulheres

Publicada lei que cria programa de combate ao bullying

Publicada lei que cria programa de combate ao bullying

bullyng3A presidenta Dilma Rousseff sancionou a lei que institui o programa de combate ao bullying. O texto publicado na edição de hoje (9) do Diário Oficial da União prevê que as escolas, clubes e agremiações recreativas desenvolvam medidas de conscientização, prevenção e combate ao bullying. A lei entra em vigor em 90 dias.

Como parte do programa devem ser realizadas campanhas educativas, além de orientação e assistência psicológica, social e jurídica às vítimas e aos agressores.

bullyng2A lei estabelece que os objetivos propostos pelo programa poderão ser usado para fundamentar ações do Ministério da Educação, das secretarias estaduais e municipais de educação e também de outros órgãos aos quais a matéria diz respeito. Entre os objetivos do programa está a capacitação de docentes e equipes pedagógicas para a implementação das ações de discussão, prevenção, orientação e solução do problema.

De acordo com o texto da lei, a punição aos agressores deve ser evitada, tanto quanto possível, “privilegiando mecanismos e instrumentos alternativos que promovam a efetiva responsabilização e a mudança de comportamento hostil”.

O texto caracteriza o bullying como todo ato de “violência física ou psicológica, intencional e repetitivo, que ocorre sem motivação evidente, praticado por indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas, com o objetivo de intimidá-la ou agredi-la, causando dor e angústia à vítima em uma relação de desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas”.

Os entes federados poderão firmar convênios e estabelecer parcerias para implementar e executar os objetivos e diretrizes do programa.

 

Por Yara Aquino Edição:Denise Griesinger Fonte:Agência Brasil / EBC

Carlinhos lança nova Campanha de Combate à Dengue

Carlinhos lança nova Campanha de Combate à Dengue

O prefeito Carlinhos Almeida lançou na manhã desta terça-feira (20/10) a nova Campanha de Combate à Dengue. Com o tema Não dê espaço para o Mosquito. Bote a Dengue pra Correr! a campanha começa a ser veiculada no rádio e TV. Além das peças apresentadas durante o lançamento, a Campanha tem um hotsite com informações sobre a doença, folders, cartazes, banners e busdoors.

dengueO objetivo da antecipação do lançamento da campanha é mobilizar a população para a prevenção, bem antes da chegada do período crítico da doença, que ocorre no verão. “Queremos que a população se conscientize que, para evitarmos uma epidemia, é preciso nos mobilizarmos agora. Não dá pra esperar. E a melhor prevenção é a vigilância constante e a guerra aos criadouros. Esse deve ser o nosso foco”, disse o secretário de Saúde, Paulo Roitberg.

O plano vai manter as principais ações já realizadas neste ano, como a emissão de multas para proprietários que impedirem a entrada dos agentes, o drone para imóveis desabitados, a parceria com o CRECI (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis), que abrem as casas vazias que estão sob sua responsabilidade para vistorias das equipes de combate à dengue, além de vistorias casa a casa, arrastões e mutirões pra recolhimento de criadouros que possam estar acumulados nas casas.

dengue CombateAlém disso, o plano inclui algumas novidades. Entre elas está o envio de correspondência (AR) para os imóveis que ficam fechados durante o dia, indicando um telefone e solicitando que o proprietário faça contato para agendar uma visita dos agentes à noite ou aos sábados. “Vamos implementar essa medida para ampliarmos o raio de ação e atingirmos também as casas daqueles que passam o dia todo fora, trabalhando ou estudando”, disse o secretário.

O prefeito Carlinhos Almeida também montou uma comissão intersecretarial de combate à dengue. “Queremos todas as secretarias unidas, pensando na dengue”, disse.

Para Carlinhos, todas as ações que estão no plano são importantes para o enfrentamento da doença. Mas, o principal ainda é o comprometimento da população. “Todo o trabalho da prefeitura, que não parou um só minuto, é muito importante. Mas, sem a ajuda da população nesta tarefa, com certeza, não conseguiremos bons resultados. Mais do que nunca, precisamos do envolvimento de todos”, disse.

Gincana

Durante o evento, também foi lançada a Gincana Interativa, da Secretaria da Educação, que neste ano terá o tema Dengue. “Este ano, o combate à dengue no município ganhou um exército poderoso de jovens, estudantes comprometidos que estarão principalmente disseminando a importância da prevenção junto às suas famílias e comunidades”, destacou o secretário de Educação, Luiz Carlos de Lima.

Doze escolas participam, até o próximo dia 14 de novembro, da primeira edição da ‘Gincana Interativa’ que leva o tema da campanha “Bote a Dengue pra Correr”. Numa parceria entre as secretarias municipais de Educação e de Saúde, a Gincana reúne estudantes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. A participação foi aberta às escolas, que se inscreveram antecipadamente.

As escolas participantes já cumpriram uma das tarefas nesta terça-feira (20). Cada equipe apresentou uma esquete de teatro (de 1 a 5 minutos) usando o tema da campanha, durante o evento.

As tarefas vão ocorrer primeiramente por escola e, numa segunda etapa, disputadas entre as finalistas. A equipe da escola vencedora será premiada com uma viagem a Brasília. O regulamento está disponível no ícone Gincana Interativa, na página da Secretaria de Educação no site da Prefeitura (http://www.sjc.sp.gov.br).

Números

Dengue CampanhaNeste ano o Estado de São Paulo registrou a pior epidemia de dengue da sua história. Segundo números da Secretaria de Estado da Saúde, foram registrados 628.305 casos em todo o estado, com 399 mortes (sendo que 171 ainda estão em investigação).

Em São José dos Campos, o número de casos de dengue chegou a 14.303 (13.814 autóctones e 489 importados), com 10 mortes. A epidemia também refletiu em gastos recordes, neste ano. Até o dia 19 de outubro, a gestão Carlinhos tinha desembolsado R$ 6.453.335 no combate à dengue. No ano passado, foram R$ 4.615.270,50.

 

 

Com informações da Prefeitura de São José dos Campos