Ela Luta,
A cidade conquista!
Vereadora Amélia NaomiPartido dos Trabalhadores
Facebook

Procon orienta como utilizar melhor o 13º salário neste final de ano

Publicado em 13 de novembro de 2013 em Destaque, Governo Municipal Compartilhe

Dentro de poucos dias estará disponível para todos os trabalhadores formais a primeira parcela do 13º salário. A grande pergunta é: o que fazer com este dinheiro, uma gratificação salarial obrigatória oferecida pelas empresas aos funcionários, que geralmente corresponde ao valor de um ordenado mensal?
O Procon Municipal de São José dos Campos orienta os consumidores a usarem o benefício na renegociação de dívidas que tenham as taxas de juros mais elevadas. Outra opção é utilizar o valor para pagamentos à vista, e, nesse caso, é comum o consumidor ainda obter descontos.
Com a proximidade das festas de fim de ano, há também acúmulo de despesas extras com compra de presentes, pacotes de viagens, férias, pagamento de IPVA e de materiais e mensalidades escolares. Quem não tem dívidas, acaba reservando o valor para outros gastos, que podem ser domésticos ou com lazer, mais ainda assim é preciso cautela.
A quitação de dívidas ainda é a melhor opção, segundo técnicos do Procon. “O planejamento financeiro é fundamental em qualquer período do ano, mas sempre recomendamos evitar o comprometimento de valores superiores a 30% do salário líquido”, disse o economista do Procon Municipal, Adilson de Oliveira Cardoso.

Calçadão Centro
Para casos mais urgentes, existe ainda o recurso da antecipação do 13º salário, nos bancos, que na verdade trata-se de um empréstimo que tem como garantia o 13º salário. Ao fazer esta opção o consumidor tem direito a antecipar a liquidação do débito, total ou parcialmente, mediante redução proporcional dos juros e demais acréscimos, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor.
A coordenadora do Procon Municipal lembra ainda aos consumidores que a responsabilidade de tirar o nome do cliente do cadastro de proteção ao crédito é do credor. “Os consumidores acham que são eles que devem levar documentos comprobatórios e providenciar a limpeza do nome, mas não, esta é uma obrigação do fornecedor.”
Os consumidores que desejam renegociar dívidas ou precisam de informações sobre o assunto podem procurar o Procon Municipal, munido de documentos pessoais e de débitos, na Rua Vilaça, 681, no centro da cidade, ou no  Centro de Apoio ao Cidadão (CAC), que funciona na Câmara Municipal (Rua Desembargador Francisco Murilo Pinto,33).

Dicas importantes

Pagamento de dívidas
• Liste todas as dívidas (cartão de crédito, cheque especial, empréstimo, financiamento etc.);
• Aproveite as campanhas de renegociação e quitação de dívidas oferecidas por empresas;
• Priorize as dívidas que cobram juros mais altos, como cartão de crédito e cheque especial;
• Antecipe o pagamento de prestações como de empréstimo e/ou financiamento, pois é assegurado pelo Código de Defesa do Consumidor o desconto proporcional de juros para a antecipação de parcelas de financiamentos;
Gastos do final de ano
• Liste todas as despesas do mês e as que envolvem as festas de final de ano: ceia, roupas novas, presentes, cabeleireiro etc.
• Relacione todas as pessoas que você deseja presentear, estipulando valor máximo;
• Evite financiamentos, compras parceladas no cartão de crédito e cheques pré-datados. Pesquise preços e negocie descontos para pagamento à vista;
• Se não for possível pagar suas compras à vista, cuidado com os juros. Antes de efetuar a compra parcelada, verifique os prazos, o valor das parcelas e a taxa de juros que será cobrada.

Contas de início de ano
• O 13º salário também pode ser usado para quitar as obrigações que aparecem logo no começo de cada ano;
• Aproveite os descontos para pagamento à vista do IPTU;
• Não se esqueça das despesas com matrícula e material escolar.

Planejamento para os próximos 12 meses
• Se pretende viajar nas férias, calcule os possíveis gastos;
• Se a ideia é investir o 13º salário (ou o que sobrou dele), analise as aplicações disponíveis no mercado, levando em consideração o período em que deseja usar o dinheiro, o tempo necessário para capitalizar (juntar) a importância desejada, a rentabilidade oferecida e o risco do investimento escolhido.

Fonte: Fundação Procon-SP

Avaliações:
1 voto2 votos3 votos4 votos5 votos (Nenhum voto ainda)
Loading...Loading...
Publicado em 13 de novembro de 2013

Amélia na imprensa