Novo prédio do fórum de São José será inaugurado nesta segunda

Depois de ser adiada seis vezes, a inauguração do novo Fórum de São José dos Campos vai acontecer na tarde desta segunda-feira (17). O evento de abertura às 15h contará com a participação do presidente do Tribunal de Justiça (TJ-SP), desembargador Ivan Sartori, e do governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB).

O novo complexo, no Jardim Aquárius, tem 20 mil metros quadrados de área construída e vai abrigar todas as varas judiciais da cidade, além de atender uma antiga reivindicação dos advogados, que carecem de uma estrutura mais adequada para trabalhar em São José.

O novo fórum conta com três prédios. Em um deles funcionarão os 22 cartórios cíveis e criminais da cidade. Existem ainda outras 14 salas, que podem servir para as instalações de futuras varas na cidade.

A promessa do diretor do fórum, José Loureiro Sobrinho, é que uma destas salas abrigue uma vara para crimes de violência doméstica, que deve agilizar o atendimento destes casos.

Diferente do que acontece no prédio atual do fórum, na região Central, os caminhões que transportam presos terão espaço para manobra e transferência dos detentos, sem que estes tenham contato com o público do fórum. A carceragem foi dividida em alas masculina e feminina. O novo fórum tem dois salões do júri.

Interrupção
Os trabalhos no antigo fórum foram interrompidos no último dia 10 de dezembro. A partir desta data foram atendidos apenas casos de emergência. O novo fórum abre ao público no dia 7 de janeiro.

A construção do novo Fórum começou em 2004. Nesse tempo, duas empresas que venceram a licitação abandonaram o projeto. Uma terceira finalizou o prédio. Foram gastos R$ 27 milhões. Mais de 500 funcionários e 30 juízes trabalharão no prédio.

Fonte: G1 Notícias

GM ameaça fechar turno e abre programa de demissões

Ao longo dos últimos 16 anos, São José viu desaparecer importantes empresas como Kodak, Solectron, Ericsson, LP Displays (antiga Philips) e agora pode perder a General Motors. O fechamento da fábrica pode provocar a desindustrialização da região e uma reação em cadeia, que também afetaria outros setores da indústria, serviços e comércio. “A GM está investindo em outras unidades e já anunciou nova fábrica no Brasil, por isso, enviei requerimento repudiando as demissões e cobrando que a empresa invista aqui. São 54 anos de história na cidade que precisam ser respeitados”, disse a vereadora Amélia Naomi.

gm-crack.jpgPDV – A empresa abriu no último dia 06 de junho, um PDV (Plano de Demissões Voluntárias) que pode atingir cerca de 1.500 trabalhadores. A medida é contraditória, pois no mesmo momento em que quer demitir funcionários, a empresa também anunciou a abertura do terceiro turno na linha de produção da caminhonete S10 a partir do dia 18 de junho.

“Esse é o segundo PDV que a empresa abre em menos de 1 ano. Muitos trabalhadores em véspera de se aposentar estão sendo pressionados para aderirem ao programa. A GM quer demitir os mais antigos que ganham mais para contratar novos com salário menor, esse é um desrespeito com aqueles que ajudaram a construir e a consolidar a empresa”, disse a vereadora

Veja matéria:

GM abre plano de demissão voluntária em São José dos Campos

A vereadora amélia enviou um pedido de informação sobre as negociações entre o sindicato e a GM (leia o documento clicando aqui). O Sindicato dos Metalúrgicos nos informou por meio de documento oficial que “A GM está superando sua crise e recentemente voltou a ser a principal montadora de veículos do mundo. No Brasil, a empresa continua entre as três montadoras líderes de vendas. Em SJC, a fábrica responde por um terço dos lucros do país”, em outro trecho o sindicato ressalta que a empresa não está em crise e solicita uma intervenção imediata dos vereadores para que parem as demissões. (veja o documento na íntegra).

Gentileza Urbana

Atitudes simples, mas que nem sempre são colocadas em práticas por todos os cidadãos, são fundamentais para o convívio saudável nos grandes centros urbanos.

EXP_MARINGA07.JPG

No transporte coletivo, respeite os assentos reservados a idosos, pessoas com deficiência, gestantes e mães com criança de colo. Num ônibus lotado, ceda o lugar a essas pessoas. Não fure filas; isso gera confusões bobas que podem se estender por um longo tempo. Se estiver dirigindo, tenha respeito no trânsito e pratique a direção defensiva (ou direção segura). A maioria dos acidentes é causada por negligência do homem, e não pelo acaso.

transporte-coletivo.jpg

Ao ouvir música no carro ou no transporte coletivo, lembre-se de que há também outras pessoas ao redor. Por isso, ouça o rádio num volume razoável e fones de ouvido quando estiver em um ambiente público. Evite barulhos excessivos também dentro de casa, para não incomodar os vizinhos. Se houver problemas, converse educadamente ao invés de iniciar uma discussão.

trasito1.jpg

Uma atitude correta que sempre vale à pena relembrar: jogue o lixo no lixo. A sujeira das ruas entope bueiros, o que provoca enchentes. As enchentes atrapalham o trânsito e causam engarrafamentos. Os engarrafamentos fazem com que muitas pessoas fiquem mal-humoradas, e por aí vai. O ciclo não para. Mas a boa notícia é que as coisas são assim também do jeito inverso: uma boa ação gera outra boa ação, que gera outra, que gera outra… Então, é só começar!

Fonte: Portal Brasil