Lançamento da Frente em Defesa da Democracia lota auditório da Etep

Estudantes, jornalistas, artistas, intelectuais, professores, entre outros profissionais de diversos setores da sociedade, lotaram na noite desta quarta-feira (30), o auditório da Etep, para o lançamento da Frente em Defesa da Democracia de São José dos Campos.

Ato Frente defesa da Democracia SJC (1)O evento contou com a participação do Dr. Aton Fon Filho, ex-preso político, membro da Rede Social de Justiça e Direitos Humanos. “Muitas pessoas morreram e sofreram para resgatar a democracia do nosso país durante a ditadura, que novamente está em risco. Cabe a cada um de nós defendê-la do golpe”, ressaltou.

Ele destacou as motivações do golpe contra a presidenta Dilma, baseado em pedalada fiscal – usada por muitos governadores – ao remanejar verbas dos investimentos para garantir programas sociais como o Minha Casa, Minha Vida.

Ato Frente defesa da Democracia SJC (2)“A distribuição de renda proporcionada pelo governo do PT, com a retirada de milhões de pessoas da pobreza extrema, o acesso à educação do filho do pobre na mesma universidade dos ricos, dividir avião com pobre, entre várias outras situações, mexeram com a classe média que não quer pobre em seu calcanhar. O golpe é justamente esse. Eles querem de volta a mão de obra barata, não querem os aeroportos parecendo rodoviária, querem distância de pobre e para isso precisam barrar um governo que investe em politicas de inclusão social”, explicou.

A vereadora Amélia destaca o forte apoio da grande mídia e do judiciário, que assim como em 64, fazem campanha agressiva de manipulação da população. “O golpe fere a democracia e pretende acabar com os direitos da CLT, conquistados durante muito tempo e após intensa luta. Eles querem a volta do abismo social que tanto penalizou os brasileiros durante séculos. Incomodou muito os poderosos, Lula e Dilma retirar da extrema pobreza mais de 36 milhões de pessoas, além dos 63 milhões de brasileiros que tiveram acesso à saúde com Mais Médicos e os 10 milhões de trabalhadores que conquistaram a moradia com o Minha Casa Minha Vida”, disse.

Muitas universidades, escolas, movimentos sociais estão organizados contra o golpe. Aqui em São José dos Campos também há mobilização, com diversos atos durante este fim de semana. Venha defender a democracia”

#NãoVaiTerGolpe